top of page

Ritmo de Leitura 2022 – Ano de eleições, copa e covid

Fran Borges


O ano de 2022 foi um ano atípico, porque foi um dos anos onde meu ritmo de leitura foi mais lento e de uma forma planejada.




O ano de 2022 foi um ano atípico, porque foi um dos anos onde meu ritmo de leitura foi mais lento e de uma forma planejada. Foi o ano em que li menos livros, mas ao mesmo tempo estava sempre lendo. Eu me desapeguei da obrigação de ler um livro inteiro, por exemplo.


Li vários contos de livros diferentes, acabei conhecendo novos autores. Li artigos, partes de livros sem me pressionar e com os demais livros foi assim também. Algumas vezes ainda me vinha alguma culpa, mas eu respirava e pensava: é uma nova maneira de pensar as leituras.


Fiz minhas leituras em 2022 em um ritmo próprio e parando quando achava que devia. Ouvi muito áudio livros que me divertiram, em sua maioria romances e claro livros físicos e também e-books (Spoiler, logo vamos trazer por aqui nossa retrospectiva com os melhores e piores do ano não Lu Days?).


Ainda tenho alguns livros em andamento que quero terminar em 2022 e outros que sei que vão entrar comigo em 2023 e tudo bem. Até o ano passado ficava agoniada de deixar livro inacabado e queria a fechar a meta como se fosse uma conta para pagar.




Estou terminando Copo Vazio da Natalia Timerman (aliás, o dia que sair esse post eu devo ter terminado) é um livro curto, um romance psicológico que está me lembrando muito uma novela da Simone de Beauvoir, A mulher desiludida. Tem um clima parecido (um clima ruim eu diria hehe). É o último livro do Leia Mulheres do ano. Clube do livro que já participo faz alguns anos e onde eu e dona Lu desenvolvemos essa amizade maravilhosa.







Falando em amizade, nós duas também temos um clube do livro privado, o Viúvas do Pedro que já mencionei no texto – Como ler 50 livros em um mês? – e nós sempre temos uma leitura coletiva em andamento. A última LC do ano tem me trazido sorrisos e pura diversão que é o Arsène Lupin, O Ladrão de Casaca de Maurice Le Blanc, um clássico do mistério e da literatura policial onde você torce pelo ladrão. Aliás, fica a dica da série Lupin disponível na Netflix. A primeira temporada traz muita inspiração desse livro.


Outro livro em andamento e que vai comigo para 2023 é Middlemarch. Comecei a ler também em uma LC, mas nas eleições eu parei com todas a leituras. Foi um período tenso e que não estava conseguindo ler, aí emendou com férias, covid e a copa. Como não estava conseguindo me dedicar e ele é um senhor calhamaço que pede mais atenção o deixei parado. Estava adorando. Apesar de pedir atenção, ele é um novelão e traz muito contexto histórico da época. Um dos livros favoritos de Virgínia Woolf e o primeiro grande romance da literatura inglesa vitoriana.


Queria dividir com vocês essas leituras que me fazem companhia nesse fim de ano e também essa nova experiência de leitura. Uma experiência diferente de leitura, mas sabem aquele diferente bom? Não tenha medo de testar quando não estiver mais funcionando para você, pode ser muito bom.


 



2 則留言


Jeniffer Geraldine
Jeniffer Geraldine
2022年12月22日

É muito bom se desobrigar de várias coisas!

Middlemarch e Copo vazio estão na minha lista. boas leituras em 2023! bjão

按讚
kenpodeler
kenpodeler
2022年12月27日
回覆

Obrigada, concordo. Boas leitura para você também em 2023. Beijo 😘

按讚
bottom of page